O criacionismo de terra jovem afirma que a Terra, assim como o resto do universo, têm apenas aproximadamente seis mil anos de idade. Isso se aplicaria também a outros planetas do sistema solar, assim como para as mais distantes galáxias. Quanto às características geológicas da Terra, estas teriam sido causadas pelo dilúvio global da época de Noé, a aproximadamente quatro mil anos atrás.

O Grand Canyon, localizado na bacia do Rio Colorado nos Estados Unidos, é um dos mais belos acidentes geográficos da Terra. Os cientistas afirmam que sua formação é produto de um processo de erosão de mais de cinco milhões de anos, expondo camadas sedimentares acumuladas na região de 230 milhões até dois bilhões de anos de idade.  

Os criacionistas, porém, afirmam que a erosão do Grand Canyon ocorreu durante o dilúvio de Noé, a menos de quatro mil anos atrás: 

“exposições espetaculares de rochas sedimentares horizontais como no Grand Canyon proporcionam ampla evidencia visível de deposição diluviana...” 

John C. Whitcomb & Henry Morris, “The Genesis Flood-The Biblical Record and Its Scientific Implications”, Página 153.

Um livro criacionista recente intitulado “The Grand Canyon-A Different View”, vendido pela organização criacionista Canyon Ministries, defende exatamente tal especulação. Henry Morris, fundador do movimento criacionista moderno, e Duane Gish, co-fundador do ICR (instituto de pesquisas da criação), contribuíram para o livro. 

Ocorre que o Grand Canyon do colorado não é o único canyon gigantesco do sistema solar. Nosso planeta vizinho, Marte, orgulhosamente ostenta seu próprio canyon, ainda maior e mais imponente, o Valles Marineris!

Tudo indica que o Valles Marineris, tal qual o Grand Canyon, foi formado por processos de erosão. Outras teorias sugerem que possa ter sido formado por um colapso da superfície, assim como por movimentação tectônica. Provavelmente houve alguma combinação de tais processos, sendo o principal processo a erosão causada por água. A sonda Mars Global Surveyor fotografou locais na superfície de Marte onde pequenas quantidades de água ainda fluem, deixando rastros. Quantias significativas de água já foram encontradas no polo sul de Marte pela sonda Mars Express, e também a sonda Phoenix Mars Lander encontrou minerais opalas e sílicas hidratadas na superfície do planeta, evidência da abundante presença de água no passado distante. Fotografias da superfície indicam que já houve enormes quantidades de água em Marte, até mesmo oceanos. Parte da água marciana evaporou-se para o espaço, pois o planeta possui gravidade muito menor que a da Terra, assim como uma atmosfera muito rarefeita. Os dados coletados pelas sondas comprovam que parte da água marciana ainda está lá, tanto no subsolo como congelada nos polos.

Embora a idade do Valles Marineris seja um mistério, informações coletadas pelo Mars Global Surveyor (MGS) e pelo Mars Orbiter Camera (MOC) indicam que algumas camadas sedimentares encontradas no Valles Marineris podem ter até quatro bilhões e meio de anos, como explicado pela Malin Space Science Systems, fabricante da Mars Orbiter Camera:

“A observação de que tais tipos de rocha com estratos brilhantes ocorrem nas paredes do Valles Marineris indica que os materiais são muito, muito antigos. Eles foram soterrados sob muitos quilômetros de rochas estratificadas adicionais, tudo isto abaixo de planícies que provavelmente tem mais de 2.5 até 5 bilhões de anos de idade. Tais correlações indicam que todas as rochas sedimentares observadas em Marte pela MGS MOC devem possuir datação equivalente aos períodos mais antigos da história de Marte, entre 3.5 e 4.5 bilhões de anos atrás”.

Então consideremos as seguintes pressuposições do criacionismo:

A)  O universo inteiro tem aproximadamente 6000 anos de idade.

B)  O Grand Canyon foi causado por um diluvio global a menos de 4000 anos.

C)  Marte, assim como a Terra, tem por volta de 6000 anos de idade

Consideremos também o seguinte FATO:

O Valles Marineris em Marte é semelhante ao Grand Canyon, porém ainda maior.

Pergunto então aos criacionistas:

Por qual processo geológico foi formado o Valles Marineris em Marte?

Estou muito curioso para saber qual seria a resposta criacionista. Será que, nos últimos 6000 anos, houve outro dilúvio bíblico lá em Marte? Será que os marcianos também pecaram e se corromperam ao ponto de merecer a aniquilação global por afogamento? Será que o Noé marciano também construiu uma arca? Aparentemente não, pois ninguém parece ter sobrevivido ao dilúvio marciano. Talvez o Noé marciano, acompanhado de outros homenzinhos verdes, possa ter escapado em um disco voador para outro planeta! O bom humor combina com um pouco de ficção científica. Posso prever, porém, que a resposta criacionista seja tão criativa quanto a especulação de Henry Morris para a origem do cinturão de asteróides e de meteoros:

“Foi a expulsão do céu de Satanás e seus anjos acompanhada por uma correspondente explosão devastadora de corpos celestes do espaço sideral através do sistema solar? Se for o caso, tal deve ter ocorrido logo após o período da criação, antes de Adão e Eva terem pecado, e por isso possivelmente não afetou a própria Terra, mas apenas os planetas e seus satélites”

Henry Morris, “The Biblical Basis for Modern Science” Pg.184

Claro que uma resposta dessas simplesmente não serve. Hipóteses cientificamente plausíveis são concebidas para explicar os fenômenos da natureza postulando quais processos naturais podem estar por trás da formação de tais fenômenos, e não apelando para mitos religiosos. Se o criacionismo é realmente científico, como alegam os tais “cientistas da criação”, então tem a obrigação de oferecer uma hipótese cientificamente plausível para a formação de um vale ainda maior que o Grand Canyon em pleno planeta Marte nos últimos 6000 anos.

Referências:

Página da Malin Space Science Systems sobre dados coletados pela Mars Global Surveyor.

Página da Wikipedia sobre o Grand Canyon.

Página do Grand Canyon National Park.

Página da Wikipedia sobre o livro “The Genesis Flood: The Biblical Record and Its Scientific Implications”, de Morris e Whitcomb.

Página da organização criacionista Canyon Ministries.

Página da Wikipedia sobre o Valles Marineris.

Site sobre a formação do Valles Marineris, do geólogo Kerry Cupit.