O título deste blog é derivado do princípio antrópico, que é uma questão abordada por físicos teóricos e cosmólogos. Há dois princípios antrópicos mais importantes, e algumas variantes menos importantes. Os principais são o princípio antrópico forte e o princípio antrópico fraco.

O princípio antrópico forte afirma que o cosmo tem que ser constituído de tal forma a produzir vida inteligente. De acordo com o físico Freeman Dyson , “o Universo sabia que estávamos chegando”.

O princípio antrópico fraco, ao qual o título deste blog faz referência, afirma que qualquer universo observado deve ser constituido de tal forma a favorecer o surgimento de vida inteligente, não obstante o quão improvável seja isto. No princípio antrópico fraco o universo tal como ele é não pode ser separado de seu observador. Se este tipo de universo existe, é porque estamos aqui para observá-lo, caso contrário este seria um universo diferente e não estaríamos aqui observando-o.

Este Blog tem a proposta de abordar vários assuntos relacionados à ciência, filosofia, religião, teologia, ecologia, e assuntos agregados, de uma perspectiva cristã liberal, progressiva, e evolucionista. Como este é um blog de observações a respeito do universo e do sentido da existência, achei propício chamá-lo de “o observador antrópico”.